Notícias

Da Esquerda para a Direita, em pé: Jurandir Ferreira de Andrade, José Carlos Floriano. Ajoelhados: Antônio Carlos Gabriche, José Gilmar Janini, Vilmar Cordeiro Vasco, os únicos 5 Treinadores Certificados no 1º Curso de Kata Shoto-Kan - Padronização

 

Realizou-se em São Paulo no último sábado, 08 de dezembro de 2018, a Avaliação Final dos Alunos do 1º Curso de Kata Shoto-Kan.

Dos oitenta e oito alunos originalmente inscritos somente 5 foram aprovados, ou seja, um percentual de aprovação de 5,7%.

O 1º Cukashoto, como também e conhecido, foi instituído pela Escola, ante a percepção da deterioração dos Kata ocorridas nas últimas décadas pela falta de conhecimento profundado e pela ênfase dada a estética e ao espetáculo pelos Campeonatos em detrimento da efetividade original dos Kata Shoto-Kan, e o entendimento de que os Katas são ao mesmo tempo o tradicional Sistema de Registro, Ensino e Treinamento do Karate-Do, como forma de preservação do próprio Karate-Do Shoto-Kan.

O Curso durou 3 anos e 10 meses, com aulas bimestrais e "lição de casa": treinar ao longo dos dois meses o Kata ensinado para apresentação na aula seguinte.

O evento baseou-se no Sistema Ekado de Ensino e Prática, o método da Escola de Karate-Do do Brasil, e foi ministrado pelo Prof. Ennio Vezzuli, conveniado com a Federação Paulista de Karate e recebeu alunos de diversas partes do Brasil.

O 1º Cukasoto Objetivou: 1. Preservar a tradição, a essência e a efetividade original da Escola Shoto-Kan, eliminando alegorias, coreografias e movimentos supérfluos ou exagerados; 2. Capacitar instrutores e Karate-Kas de alto nível para a correta transmissão dos Katas Shoto-Kan e, finalmente, 3. Adaptá-los para as competições atuais sem a perda do Conhecimento e da Prática Original.

Segundo o Prof Ennio, apesar do baixo índice de aprovação, o evento alcançou seus objetivos, pois o foco da Escola de Karate-Do do Brasil é a qualidade e entende que os novos Treinadores de Kata, serão as novas referências para a promoção do correto aprendizado e prática dos Kata Shoto-Kan no Brasil.

Ao fornecer os dados para esta matéria, o Prof. Ennio, repetiu o seu mantra sobre os Kata:

"Um Kata não é o mesmo que o outro com diferentes movimentos. Cada kata tem uma proposta, ou seja, objetivos e características próprias, fisicas, técnicas e mentais, e seguem uma progressão pedagógica para desenvolver o Karate-Ka. Sem conhecer e observar estas diretrizes o treino de Kata é Ineficiente."  – Ennio Vezzuli.

A avaliação consistiu na Execução, Compreenção e Aplicação Prática (Bun-Kai) de alguns movimentos críticos de cada Kata, sendo que o examinado teve que fazer seis Kata: dois de livre escolha, dois sorteados e dois indicados pelo examinador, não podendo nenhum ser repetido. Ao fim da avaliação certificaram-se:

 

  • Antônio Carlos Gabriche de São João da Boa Vista, SP.
  • José Gilmar Janini de Mogi Mirim, SP.
  • José Carlos Floriano, de Itapetininga, SP.
  • Jurandir Andrade, de São Paulo, SP.
  • Vilmar Cordeiro Vasco, de Luís Eduardo Magalhães, BA.

 

A Escola de Karate-Do do Brasil parabenizam os aprovados e espera que os ensinamentos sejam passados adiante.

 

Oss!

 

Quem Somos

Saiba ...

  • Quem Somos
  • No Que Acreditamos
  • O Que Fazemos
  • O Que Nos Diferencia
  • Nosso Portfólio

Onde Praticar

No momento a Escola não tem treinamentos regulares e ainda não tem Academias Credenciadas. Todas estão em processo de Capacitação e Credenciamento, mas você poderá participar dos diversos cursos e eventos que a Escola oferece.

Próximos Eventos